• Redação

Defesa Civil Nacional emite alertas para precaver população no período chuvoso



O período de chuvas intensas já começou em diversos estados do Brasil e a emissão de alertas é uma das estratégias usadas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Defesa Civil Nacional, para manter a população informada e precavida.

O MDR mantém parcerias com instituições que produzem e encaminham boletins meteorológicos, geológicos e hidrológicos ao Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sinpdec). De posse dessas informações, os alertas são enviados aos estados e municípios por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). A ferramenta também é utilizada para pedidos de reconhecimento de situação de emergência e de estado de calamidade pública e de repasse de recursos para ações de resposta e de reconstrução.

Com base nessas informações, que também ficam disponíveis na plataforma Interface de Divulgação de Alertas Públicos (IDAP), estados e municípios podem sinalizar a população por meio de mensagem de texto e também em canais de tevê por assinatura.

Outra ferramenta utilizada para comunicação com a população é o perfil da Defesa Civil Nacional no Twitter. Na página, são postados comunicados com alertas e previsões de possíveis desastres naturais.

"A partir de uma situação crítica vislumbrada para as próximas horas ou dias, as Defesas Civis estaduais e municipais podem cadastrar alertas, notificações e recomendações, que serão encaminhadas à população", observa o coordenador de monitoramento e alerta do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), Tiago Molina Schnorr.

O coordenador do Cenad enfatiza a importância de a da população se cadastrar nos serviços para receber os alertas. Os interessados devem enviar um SMS com o CEP da residência para o número 40199. Em seguida, a Defesa Civil Nacional responde com uma mensagem de confirmação do cadastro e, a partir disso, o solicitante passa a receber alertas periódicos. As mensagens são enviadas sempre que for necessário.

Veja Mais

Veja Mais