• Redação

Governo da Bahia pagou US$ 8,6 milhões por respiradores à empresa de estoque doméstico




Faz aproximadamente três meses que o governo da Bahia pagou US$8,6 milhões de dólares antecipado por 600 respiradores para a empresa Ocean 26 Inc. A empresa não entregou os equipamentos, muito menos, devolveu o dinheiro. Os respiradores seriam destinados para salvar vidas de pacientes internados com covid-19 nos hospitais baianos.


O site Rx Notícias com base nas informações da empresa localizou a sede da Ocean 26 Inc, que fica na 1722 SANTEE ST. LOS ANGELES, Califórnia 0015, uma rua com vários Lockers (guarda volume). Conforme informação da Opencorporates, banco de dados aberto do mundo corporativo de Los Angeles, a Ocean 26 Inc. é uma companhia de estoque doméstico.


O que mais chama atenção nesse entranho negócio, é que no portal da transparência do governo do estado não consta nenhuma venda pela empresa Ocean 26 Inc, nem ela se encontra como fornecedor. Algo incomum, para vender ao governo todas as empresas precisam de cadastro e todas as compras feitas são registradas.



Um outro problema grave nessa história mirabolante dos respiradores, é o modelo oferecido, Shangrilar 510S, especifico para unidades móveis. O que não seriam adequados para os pacientes internados nos hospitais de campanha ou da rede pública.



O Ventilador Shangrila 510S é usado principalmente nas salas de emergência dos hospitais, para transferência após cirurgias, a campo e em ocasiões onde primeiros socorros ou transferência são necessários, para cuidados de pacientes adultos, pediátricos e bebês com peso mínimo de 3,5 kg. O Ventilador Shangrila 510S deve ser usado nas enfermarias comuns, fora do hospital e no transporte entre hospitais”.


Um outro fato que chama atenção é sobre o CEO (diretor presidente), da Ocean 26 Inc. chama-se Jack Banafsheha, um nome muito conhecido em São Paulo (SP).

Em 2014, veio à tona a história do empresário Jack Banafsheha, proprietário da empresa Far East, com sede em um paraíso fiscal, nome apontado pela diretoria do São Paulo Futebol Clube como intermediário da negociação com a Under Armour (empresa de roupa e equipamentos esportivos), concluída em dezembro do mesmo ano. Jack teria uma comissão de R$ 18 milhões pelo acordo.



Na época pairava uma dúvida se realmente o Jack existia. E agora, será que “Jack Banafsheha” é o mesmo de 2014, ou mais um dos personagens das histórias de Jorge Amado?



#respiradores #coronavirus #bahia #empresadeestoque #ocean26inc. #JackBanafsheh #1722SANTEESTLOSANGELES #ruicosta #governodabahia #covid19

Veja Mais

Veja Mais