• Redação

Microcamp e microsoft capacita estudantes e profissionais na área de TI gratuitamente


O mercado de TI vive um paradoxo: há excesso de vagas e ausência de profissionais qualificados. Para capacitar pessoas nessa aérea, a rede de escolas de informática Microcamp e a Microsoft firmaram parceria e vão oferecer gratuitamente, cursos de capacitação em TI.



Os 90 primeiros participantes que atingirem pontuação necessária nas provas, receberão certificação Microsoft. As inscrições vão até o próximo dia 31.Estudantes e profissionais na área de TI interessados em obter novas habilidades técnicas visando aumentar as chances de entrar no mercado de trabalho ou a recolocação e a ascensão na carreira, podem participar do Desafio Edu For Change, uma iniciativa da rede de escolas de informática Microcamp em parceria com a Microsoft.


O desafio possibilita aos interessados ter acesso aos cursos online sobre os temas Microsoft Azure (42 horas em 67 aulas) e O365 (42 horas em 84 aulas) que serão oferecidos pela Microsoft, através do programa Edu For Change.




Após o curso, os participantes farão um simulado na plataforma MCON da Microcamp. Os primeiros 90 inscritos que atingirem a pontuação GOLD da Microsoft mais 70% de aprovação no simulado da Microcamp, receberão um voucher para agendar uma prova oficial de certificação Microsoft, 100% gratuita. Os vouchers serão disponibilizados aos ganhadores no final do desafio, após contabilização e validação dos resultados. As inscrições vão até dia 31 março e podem ser feitas pelo link: https://microcampon.com.br/cursos/desafio/

Todos os participantes que concluírem os cursos receberão um certificado de participação assinado pela Microsoft mais selo de conclusão, para inserir no LinkedIn e suas redes pessoais, de acordo com as pontuações obtidas.

Oportunidade de qualificação e emprego

O programa Edu for Change foi criado com o objetivo de oferecer oportunidades de capacitação e empregabilidade, especialmente, para estudantes de ensino superior e técnico pertencentes a grupos minoritários e e/ou em situação de vulnerabilidade social, por meio de parceiros de negócio da companhia.


A iniciativa visa também atender à demanda do mercado por profissionais de tecnologia, conectando-os ao mercado de trabalho. De acordo com um levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), para atingir a meta de dobrar o setor de software e serviços em seis anos, 70 mil profissionais serão demandados ao ano até 2024, porém o país forma apenas 46 mil pessoas com perfil tecnológico por ano.


O objetivo também é contribuir para reduzir o número de desempregados no Brasil que atualmente supera 14 milhões de pessoas e pode chegar a 17% no semestre, segundo especialistas.




Veja Mais

Veja Mais