• Redação

Palácio dos peixes-espadas




Os policiais civis da Bahia já não sabem mais para quem recorrer, sobre a questão do assédio moral e sexual na SSP.



Perguntado a um comissário de polícia aposentado se na época dele tinha assédio, respondeu, claro que sim! Contudo, quando o assediador vinha com essa historinha de assédio eu dizia logo, o senhor está lembrado do seu esquema com fulano de tal? Por que hoje mesmo, sicrano, beltrano e toda torcida tricolor e rubro-negra vão ficar sabendo como você comprou seu carro novo e sua casa de praia. Depois disso, nunca tive problema com assédio.


Em tempo de pandemia a SSP deixou de criar o protocolo de biossegurança nas delegacias, por quê? Uma coisa é certa, quem souber morre de Coronavírus.


O que não tem explicação é a SSP saber da falta de policiais civis nas delegacias da capital e do interior, entretanto fica contratando Reda (Regime Especial de Direito Administrativo) para exercer a função de investigadores e escrivães. São quase 300 concursados que ainda não foram nomeados, por quê? Há sei, por causa dos peixes-espadas.


Falando em peixes, por onde andas os peixes-ratos que roubaram cerca de 250 computadores da SSP no CAB. Será que os ratos antes eram espadas e depois se transformaram em peixes-gatos!

Mais o que se comenta mesmo nos anais da SSP são as indicações dos X-Bofes, sim os antigos X9 já estão fora de moda. Agora estamos no novo millenium e os X-Bofes tem status de investigador classe especial; anda paisana ou de camisa azul de investigador, dirige viatura descaracterizada e ainda dar pala como se estivesse com Glock .40 na cintura. Um Papa Charles desavisado indagou o X-Bofe, “você é polícia”? Ele respondeu ... não, mas sou do 92 ½!

Veja Mais

Veja Mais