• Redação

Peregrinação hindu na Índia é cancelada por causa do Covid-19



A tradicional peregrinação hindu na Índia, pela primeira vez, foi cancelada por causa da pandemia do covid-19. Este ano, milhares de hindus deixarão de visitar a caverna sagrada no alto das montanhas cobertas de neve da Caxemira, já que os casos do novo coronavírus continuam em alta.


A Índia já notificou quase 1,2 milhão de casos no total, ficando atrás somente dos Estados Unidos e do Brasil. Nas últimas 24 horas, foram relatados 37.724 novos casos da doença, de acordo com dados federais de saúde.


Os organizadores da Amarnath Yatra, durante a qual ascetas hindus, com trajes de açafrão, percorrem 46 quilômetros até a caverna por meio de geleiras e trilhas alagadas, disseram que um aumento "muito agudo" de casos do novo coronavírus forçou o cancelamento.


Um isolamento rigoroso foi reativado na Caxemira, solicitado pelo Paquistão, no inicio do mês de julho, por causa do grande número de mortes.


Descoberta no século 19, por um agricultor na montanha da Caximira, a caverna é um local sagrado pelos indianos, devido ela ter uma estalagmite de gelo, e ser considerada uma manifestação física do Deus hindu Shiva.


Veja Mais

Veja Mais