• Redação

SÉRIE ESPECIAL: Delegacias - Zona do Descaso


O Rx Notícias esteve visitando diversas delegacias de Salvador e Região Metropolitana, fazendo um Raio-x das condições das unidades policiais e acabamos encontrando uma verdadeira Zona do Descaso. Nessa segunda reportagem iremos mostrar as condições da 33ª Delegacia de Monte Gordo, em Camaçari, veja o que encontramos no fundo da delegacia. Quem passa pela frente da delegacia, localizada na rua Sr. do Bonfim, 544 - Monte Gordo, não imagina que no fundo da unidade policial, encontra-se um "cemitério de carros abandonados", que tem apenas uma utilidade, ser um grande criadouro do mosquito Aedes Aegypti transmissor da dengue, zika e chikungunya.


A situação da unidade não é nada diferente de tantas outras que precisam de reformas estruturais, afim de dar melhores condições aos policiais que ali trabalham.


Em abril deste ano, a Secretaria da Saúde (Sesau) de Camaçari, emitiu um alerta a população das regiões de Monte Gordo, Arembepe e Jauá por causa da proliferação do mosquito Aedes Aegypti transmissor da dengue, zika e chikungunya.



Segundo a Vigilância Epidemiológica, até o dia 23 de abril deste ano, foram notificados 331 casos suspeitos de dengue, com 40 casos confirmados; 162 casos suspeitos de chikungunya, com 78 confirmados; e sete casos suspeitos de zika. As localidades com mais notificações para dengue e chikungunya foram Arembepe, com 214 casos, seguida de Jauá, com 37.





Embora, com todos os esforços feitos pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) do município para combater os criadouros do mosquito, convocando toda população para enfrentar essa "luta", só esqueceram de passar na delegacia para fazer a mesma convocação.


Uma verdadeira Zona do Descaso.

Veja Mais

Veja Mais