• Redação

Sabatina de indicado de Bolsonaro ao STF será dia 21


O desembargador Kássio Nunes, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), será sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado no dia 21 deste mês. Nunes deverá substituir o ministro Celso de Mello, que irá se aposentar no dia 13.



Atualmente, o desembargador exerce sua função no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). A mensagem com a indicação deve ser recebida pela CCJ na quinta-feira, quando a presidente do colegiado, senadora Simone Tebet (MDB-MS), deve indicar um relator para o caso. Nunes precisa ser aprovado após sabatina na CCJ e depois em votação no plenário do Senado.



David Alcolumbre, presidente do Senado, é um dos apoiadores da indicação de Nunes ao STF, que espera aprovar o mais rápido o nome do desembargador para diminuir sua exposição, já que vêm sendo duramente criticado na internet.



Por conta da pandemia do coronavírus, o Senado tem adotado um rito simplificado e vêm realizando a leitura do relatório e a votação em apenas uma sessão.



Em julho de 2021 mais uma vaga será aberta no STF e de acordo com os últimos pronunciamentos do presidente Bolsonaro, tudo indica que o próximo nome será do ministro da Justiça, André Mendonça.

Veja Mais

Veja Mais