• Redação

SSP abre investigação sobre delegada acusada de chefiar organização criminosa



O Secretário de Segurança Pública da Bahia, Mauricio Barbosa, resolveu instaurar sindicância investigativa, para apurar as denúncias feitas pela delegada Carla Santos Ramos, contra também delegada Maria Selma Pereira, de chefiar uma organização criminosa no Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP).


As denúncias vieram à tona depois da divulgação nas redes sociais da notícia-crime encaminhada ao Gaeco (Grupo de Apoio Especial de Combate ao Crime Organizado), imputando a ex-diretora do DCCP, Maria Selma Pereira, de chefiar uma organização criminosa de dentro das estruturas da Secretária de Segurança Pública da Bahia.

A portaria n° 261 saiu no diário oficial do dia 10 de setembro, com a determinação do secretário Mauricio Telles Barbosa, para que seja instaurada uma sindicância investigativa com prazo de trinta dias (30), para investigar os demais ilícitos relacionados àquela suposta organização ou associação criminosa, a fim de delinear quais condutas ilegais devem ter sua apuração aprofundada em feitos específicos que deverão ser instaurados após a conclusão desta sindicância.



A sindicância irá apurar as denuncias atribuídas as delegadas Maria Selma, a diretora adjunta do DCCP, a delegada Gloria Izabel Santos, o delegado Glauber EIJI UCHIYAMA e dois investigadores sobre as ações delituosas.



Veja Mais

Veja Mais