• Redação

Estilista francês Pierre Cardin faleceu


Para quem assistiu a série de televisão americana "Emily em Paris", lançada no dia 02 de outubro de 2020, na plataforma de streaming Netflix, não esqueceu do termo “ringarde” (antiquado), onde parecia que iria acabar com a carreira da especialista em marketing, Emily Cooper (Lily Collins) na cidade luz, mas com sua determinação e carisma ganhou o autor da frase o estilista Pierre Cadault (interpretado por Jean-Christophe Bouvet), personagem que faz referência ao verdadeiro estilista francês Pierre Cardin.



Mas nessa semana, o mundo da moda está de luto. Aos 98 anos, o ícone da moda "prêt-à-porter", Cardin, faleceu no Hospital Neuilly por causas não informada pela família.



Cardin nasceu na Itália em 1922, mas foi morar na França ainda criança. O estilista começou a desenhar já aos 14 anos e antes de criar uma grife com seu nome, na década de 1950, trabalhou para outras maisons de luxo da França, como a Christian Dior.



Conhecido por usar um estilo futurista e geométrico, redesenhando a moda francesa do pós Segunda Guerra Mundial, a grife está hoje presente em 140 países do mundo e vai muito além das roupas: suas licenças de uso englobam de bicicletas a colchões, de cigarros a cortinas.



Cardin também é considerado o primeiro estilista de alto luxo a desenhar uma coleção “prêt-à-porter”, uma linha de roupas “pronta para vestir”, vendidas em lojas de departamentos para um público não atendido pelas grifes à época. Foi criticado por “popularização”, mas seu gesto foi seguido nos anos seguintes por praticamente todas as grandes maisons.



O primeiro a entrar no ramo dos licenciamentos de perfumes, acessórios e até alimentos, hoje uma grande fonte de lucro para muitas grifes.



Ao longo dos anos, seu nome estampou lâminas de barbear, utensílios domésticos e acessórios vulgares, como cuecas boxers baratas. Uma vez ele disse que não se incomodaria de ver suas iniciais PC em rolos de papel higiênico, e foi a inspiração de um frasco de perfume de aparência fálica. Seu império inclui perfumes, alimentos, desenho industrial, imóveis, entretenimento e até flores frescas.



Para os fãs do seriado que aguardam ansiosos pela 2ª temporada podem esperar por uma homenagem ao grande estilista. Ficam na lembrança as boas risadas que demos na 1ª temporada quando sua referência faz uma Invasão de moda durante o Paris Fashion Week, demonstrando o verdadeiro perfil de Pierre Cardin.

Veja Mais

Veja Mais