• Redação

Racismo: advogado se defende e relata racismo sofrido pelos seus enteados em condomínio de luxo


Depois de ser acusado de ameaçar um jovem com arma de fogo, o advogado Paulo Kleber Carneiro Carvalho Filho, deu uma entrevista exclusiva ao site Rx Notícias, onde relatou perseguição e racismo contra os seus enteados, menores de idade.



Durante entrevista na manhã desta sexta-feira (05), o advogado foi taxativo em afirmar que não é filho do ex-dirigente do Esporte Clube Vitória, Paulo Roberto de Souza Carneiro. "Meu pai é advogado e se chama Paulo Kleber Carneiro Carvalho". Moradores com o intuito de causar gravame a sua reputação insinuaram um possível grau de parentesco devido a semelhança do sobrenome.



Segundo Paulo Kleber, sua esposa já havia alertado em um grupo de moradores no whatsapp, que seus filhos por serem negros estavam sendo perseguidos e sofrendo discriminação racial por parte de crianças e adultos. Ainda no relato, a mãe chocada com o racismo sofrido pelos seus filhos menciona que uma criança falou para sua filha que não brincava com ela porque era preta e ainda questionou que a mãe tinha a pele branca e não poderia ser sua filha.



O advogado reitera que a sua atitude foi em defesa dos seus enteados, já que era costumeiro por parte dos demais moradores expressões como: “esse tipo de gente nem era pra estar morando aqui, esse menino preto, por exemplo, parece um mendigo. E se esse cara vier aqui de novo, tenho medo não, eu vou da um pau na cara dele… não tenho medo de homem nenhum não”.



Sobre a briga


Em entrevista o advogado relatou que a briga aconteceu a noite próximo a churrasqueira, onde tinham cinco jovens (entre 18-21 anos) bebendo desde o inicio da tarde e uma grande quantidade de garrafas vazias pela mesa e chão e falavam palavras de baixo calão. Kleber pediu para eles pararem com os xingamentos, pois havia crianças próximas, então os jovens interpelaram e disseram "vamos falar no tom que quisermos, pagamos por isso aqui até 22h".



Na confusão garrafas foram quebradas e em nenhum momento Paulo teria apontado arma em direção aos jovens. Acabou que com os gritos das crianças, os moradores que não presenciaram o fato saíram falando que Paulo Kleber estava armado e ameaçando os cinco jovens.



O site Rx Notícias tem o compromisso com a verdade e repudia qualquer ato de racismo e agressão.




Veja Mais

Veja Mais