• Redação

Novo surto do covid na Europa faz Rui Costa recuar e não confirma o Carnaval em 2022



Uma semana depois que o site RX Notícias publicou a matéria (Autoridades baianas anunciam carnaval e Europa e Ásia entram em alerta da variante do Covid-19), alertando os baianos e brasileiros sobre o novo surto da nova variante do covid-19 na Europa, que obrigou a Rússia e países do leste europeu a entrarem em estado de alerta, na Bahia, o governador anunciou que não confirma o carnaval em 2022.



O anúncio feito pelo governador da Bahia, Rui Costa, durante um evento na manhã desta quarta-feira (3), não citou a promessa dos policiais civis em parar suas atividades, caso continuasse a confirmação de haver o carnaval, preferiu dizer em cautela e preocupação, devido ao grande número de casos de coronavírus ativos na Bahia e a nova onda de surto na Europa, por isso prefere não se ariscar em anunciar o carnaval nesse momento.



A promessa dos policiais civis da Bahia em paralisar as atividades caso o governo insista em querer realizar o carnaval, feita na última quarta-feira (27), colocou em xeque as autoridades baianas que vinha realizando audiências públicas para fomentar a festa momesca. A manifestação em frente a Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), contou com a presença de mais de 300 policiais civis da capital e do interior.


Com as novas medidas restritivas imposta pela Rússia, inclusive com decretação de feriado de sete dias, devido a crescente onda da nova variante do covid-19, identificada como AY.4.2, o país passa por um momento muito difícil, considerada pelas autoridades de saúde da Rússia como mais contagiosa do que a variante Delta na Índia e a Gama no Brasil.



A Rússia mesmo sendo uma das fabricantes de vacina no mundo, ao exemplo da Sputnik V, registra as mais baixas taxas de imunização do bloco europeu, devido à relutância generalizada de sua população em não confiar na sua vacina.



A matéria publicado pelo Rx Notícias sobre o grande movimento realizado pelos policiais civis serviu como alerta para os petistas baianos que estão de olho na eleição para governador no ano que vem. No momento em que Rui Costa se apresenta preocupado com o povo baiano e se distancia do prefeito Bruno Reis e seu grupo, não apoiando o carnaval para 2022, ele está na verdade querendo garantir que não será um dos culpados em favorecer a proliferação da nova variante do covid-19, que possa chegar a Bahia através dos turistas europeus.



Nesse momento é preferível que Rui Costa guarde sua fantasia de filhos de Gandhy e fique em casa vendo o novo surto do coronavírus passar, assim ele e seu bando garantirá fazer seu sucessor para o Palácio de Ondina.



Veja Mais

Veja Mais